Prefeito decreta ponto facultativo para esta segunda-feira (14)

O prefeito Firmino Filho assinou hoje (11) o decreto de ponto facultativo para esta segunda-feira (14), em virtude do feriado da Proclamação da República, que acontece na terça-feira (15). O documento considera a decretação do ponto também no âmbito estadual pelo Governo.

Não haverá, portanto, expediente nos órgãos públicos do município, da administração direta e indireta, exceto para os serviços considerados essenciais e de interesse público, a exemplo dos hospitais, iluminação e limpeza pública.

IPMT inicia Projeto “Perícia Médica – Atrito Zero”

O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Teresina (IPMT) inicia o Projeto “Perícia Médica – Atrito Zero”, que visa melhorar o atendimento e/ou o relacionamento entre os colaboradores da Perícia Médica (público interno) e os servidores municipais (público externo).

A ideia é tornar o ambiente da perícia mais acolhedor e humanizado. Nessa primeira etapa, as ações estão sendo direcionadas ao público interno, que participam das “Sextas Interativas”. Momento em que a equipe da Perícia Médica se reúne para assistir e discutir vídeos com temas voltados para o autoconhecimento, relações interpessoais e sua relação com a rotina do setor, proporcionando assim, integração e convívio social. Amanhã (11), às 11h30, os colaboradores terão mais um desses momentos.

“As relações tensas do convívio social estão sujeitas a conflitos que são gerados entre quem atende e quem é atendido, e cada um, a seu modo, está sujeito a captar as descargas emocionais de cada um. Daí surgiu a idéia de trabalharmos  essa questão, visando  minimizar as atitudes incorretas que acabam prejudicando o atendimento”, explica a Diretora da Previdência, Edna Portela.

Para a segunda etapa do projeto “Perícia Médica – Atrito Zero”, estão previstas atividades que serão desenvolvidas junto aos servidores periciados. Serão realizadas na recepção da Perícia Médica Rodas Interativas, exibição de vídeos educativos e conversas sobre diversos temas, tais como: Saúde da Mulher, do Homem, Qualidade de Vida, Aposentadoria, Acidente de Trabalho, papel do Médico Perito e Médico Assistente, dentre outros.

Aposentados e pensionistas receberão 3ª parcela do reajuste este mês

Os aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Teresina (IPMT) terão acrescidos em seus benefícios a terceira e última parcela do reajuste, concedido através da Lei n° 4.885, de 1° de abril de 2016.

A folha de pagamento já está sendo confeccionada com inclusão do reajuste dos benefícios no percentual de 3,20% e a previsão para o pagamento é a partir do dia 30 de novembro.

De acordo com o gerente do Departamento de Previdência do IPMT, Gil Nogueira Santos, tiveram este aumento os servidores inativos e pensionistas que têm reajuste feito pela regra da paridade, ou seja, são reajustados na mesma proporção e data dos servidores ativos. “No total foram 10,71% de reajuste sobre o vencimento de todos os funcionários da administração direta e indireta do Poder Executivo Público Municipal, sobre os valores de abril, exceto para os professores que receberam reajuste em janeiro de 2016”, explica o gerente.

O reajuste foi dividido em três parcelas: a primeira parcela de 3,71% que foi disponibilizada a partir do mês de maio, a segunda também de 3,71% a partir de agosto, a terceira e última parcela de 3,20% a partir do mês de novembro, conforme estabelecido na lei.

Mastologista diz: alimentação saudável e atividade física é a melhor prevenção para as doenças

‘Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja o seu remédio’. Foi lembrando esse pensamento, de Hipócrates – Pai da Medicina, que a ginecologista, mastologista e cirurgiã Gina Zorina iniciou a sua palestra sobre “A Saúde Feminina”. O evento aconteceu hoje (27) pela manhã, na recepção da Perícia Médica do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina (IPMT) como parte da programação alusiva ao movimento Outubro Rosa.

A frase foi citada como referência à prevenção do câncer e outras doenças. “A adoção de uma alimentação saudável previne o surgimento de doenças crônicas e melhora a qualidade de vida. Frutas, verduras, legumes e cereais integrais contêm vitaminas, fibras e outros compostos, que auxiliam as defesas naturais do corpo e devem ser ingeridos com frequência”, aconselha a mastologista Gina Zorina, acrescentando que, aliada a uma boa alimentação, é necessário fazer alguma atividade física rotineiramente.

Sobre o câncer de mama, ela ressaltou a importância do autoexame das mamas, a realização da ultrassonografia mamaria e da mamografia, bem como as consultas ao ginecologista anualmente. “Infelizmente, não há como evitar o câncer de mama. Por isso, é fundamental que as mulheres conheçam o seu corpo e, caso algo seja percebido, procurar o especialista, pois com o diagnóstico precoce há 95% de chances de cura”, informa.

Gina Zorina também explanou sobre outros assuntos relacionados à saúde feminina, dentre eles a menopausa. “Os sintomas são ruins e algumas mulheres ficam com baixa auto-estima, mas existem bons tratamentos através da reposição de hormônios e podem ter uma vida saudável e vivê-la com alto-astral”.

Foram três dias de atividades alusivas ao movimento Outubro Rosa. Veja a galeria de fotos:

Dia 27/10 – Palestra da mastologista Gina Zorina.

Dia 26/10 – Palestra da enfermeira Jesuína Maria Holanda.

Dia 25/10 –  Roda de Conversa com a ginecologista Maria Odete Nunes.

 

 

Servidores do IPMT participam de palestra sobre câncer de mama

Na manhã de hoje (26), os funcionários do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina tiveram a oportunidade de conhecer  um pouco mais sobre a história do movimento Outubro Rosa e também as formas de prevenção do câncer de mama. Eles participaram de uma palestra ministrada pela enfermeira Jesuíta Maria Holanda, integrante da Fundação Maria Carvalho.

Durante a sua exposição, ela explicou o significado do laço, como símbolo desse movimento e de outros que acontecem em meses diferentes. “O laço significa união. Toda sociedade deve estar unida e envolvida na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer. Além disso, também precisamos fazer o acolhimento das mulheres que têm o câncer de mama, para que elas se fortaleçam na luta contra essa doença”, afirma a enfermeira Jesuíta Maria Holanda.

Sobre as causas, ela explicou que não há uma causa específica, mas sim vários fatores, dentre eles os problemas ginecológicos, tais como: menstruação precoce (menos que 11 anos de idade); menopausa tardia (mais de 50 anos), primeira gestação acima dos 40 anos, câncer na família (hereditário) e ainda os riscos ambientais e má alimentação.

A enfermeira também falou sobre a prevenção primária. “A principal forma de prevenir-se é ter uma alimentação saudável e balanceada, fazer atividades físicas e ter hábitos saudáveis, como não fumar nem ingerir bebidas alcóolicas e industrializadas ajudam a evitar a doença. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) é possível reduzir em até 28% o risco em ter câncer”, informa.

 

Na ocasião, a presidente do IPMT, Lourdes Rufino, falou sobre o engajamento do instituto nas ações de prevenção e agradeceu a presença da enfermeira. “Fazemos parte desse movimento, informando e alertando as mulheres sobre como cuidar-se mais e melhor”.

Dia do Servidor será comemorado no dia 31

O prefeito Firmino Filho assinou ontem(25) decreto que transfere as comemorações alusivas ao dia do Servidor Público do dia 28 para o dia 31 de outubro. O mesmo decreto estabelece ponto facultativo para o dia 1º de novembro, criando o feriadão com o dia 2 de novembro, o Dia de Finados.

A decisão leva em consideração que o Supremo Tribunal Federal, o Superior Tribunal de Justiça, o Tribunal de Justiça do Piauí, o Tribunal de Contas do Estado, entre outros órgãos, também transferiram este ano as comemorações alusivas ao dia do Servidor Público do dia 28 para o dia 31 de outubro.

Pelo decreto, no período de 3 a 10 de novembro os servidores municipais trabalharão uma hora a mais por dia para compensarem as seis horas de trabalho referentes ao dia 1º de novembro. Os serviços essenciais como saúde, coleta de lixo e cemitérios continuarão sendo oferecidos normalmente o feriadão.

O prefeito também levou em consideração que no Dia de Finados muitos servidores públicos se deslocam às suas cidades de origem para visitar os seus entre queridos nos cemitérios.

Ginecologista do IPMT orienta servidoras municipais sobre o autoexame das mamas

Como e quando fazer o autoexame das mamas? Esta dúvida foi esclarecida pela ginecologista e auditora do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina (IPMT), Maria Odete Nunes, na manhã de hoje (25), para as servidoras municipais que possuem o plano de saúde.

Ela explicou que através do autoexame é possível perceber as alterações nas mamas, sejam cistos ou nódulos, secreções mamilares e retrações da pele, caso, algo seja detectado a mulher deve procurar um ginecologista e/ou mastologista. “O autoexame da mama deve ser feito uma vez por mês, na semana seguinte ao término da menstruação ou em uma data fixa nas mulheres que não têm menstruação”, afirmou a especialista, acrescentando que, para realizar o autoexame de mama, é necessário seguir três passos que incluem fazer observação em frente ao espelho, palpar a mama de pé e repetir a palpação deitada.

Além do autoexame, o outro método para a detecção precoce de um nódulo é a mamografia. Este exame é solicitado pelo especialista, geralmente a partir dos 40 anos idade como forma de rastrear alguma alteração nas mamas, já para as mulheres que com caso de câncer na família, a idade é após os 20 anos.

“15% dos casos de câncer de mama são hereditários, um percentual considerado baixo. Daí a necessidade em todos nós termos bons hábitos, dentre eles alimentação saudável, atividade física, menos estresse e espiritualidade, ou seja, estar bem consigo mesma. São hábitos que fortalecem e melhoram a nossa imunidade e ajudam a prevenir doenças”,  aconselha Maria Odete Nunes.

Na ocasião, as servidoras também receberam folderes com mais informações sobre o câncer de mama.

20161025_085411

IPMT realizará rodas de conversa sobre o câncer de mama

Nesta semana, o Instituto de Previdência dos Servidores do Município  de Teresina (IPMT) vai mudar a rotina de seus serviços, pois realizará atividades em adesão ao movimento Outubro Rosa.  A partir de amanhã (25) até quinta-feira (27), acontecerão rodas de conversa sobre o câncer de mama, voltadas para o público externo (servidores municipais) e interno (funcionários do instituto).

O objetivo é informar e envolver os servidores municipais e visitantes do IPMT em um ambiente de discussão sobre a importância dos cuidados preventivos e de detecção precoce da doença.

Amanhã (25), a partir das 8 horas, na recepção da Assistência à Saúde, a ginecologista e auditora do IPMT, Maria Odete Nunes, vai orientar as usuárias, que aguardam atendimento, sobre como realizar o autoexame nas mamas, sendo esta a principal forma de prevenir o câncer. Além disso, também falará da importância em consultar o ginecologista anualmente, bem como fazer a mamografia como forma de rastreamento dos nódulos, que geralmente é solicitada pelos especialistas a partir dos 40 anos idade.

Na quarta-feira (26), às 11h30, o bate papo será entre a enfermeira Jesuína Maria Holanda e as servidoras do Instituto, no auditório da sede. E na quinta-feira (27) a roda de conversa ocorrerá na recepção da Perícia Médica com a ginecologista Gina Zorina.

Câncer de mama: autoexame e mamografia são fundamentais para o diagnóstico precoce

A detecção precoce do câncer de mama facilita o seu tratamento e aumenta as chances de cura. Por isso, os médicos especialistas recomendam que as mulheres conheçam o seu corpo, principalmente através do autoexame das mamas e realizem consultas ao ginecologista anualmente.

A ginecologista e auditora do IPMT /Plante, Maria Odete Nunes ressalta a importância em realizar o autoexame, pois de cada 10 mulheres que têm o diagnóstico de CA de mama, seis detectam através do autoexame. “É fundamental que toda mulher faça o autoexame e se algo for percebido procurar o médico, que indicará o exame necessário se ultrassonografia mamaria e/ou mamografia. É através da mamografia que os tumores pequenos são facilmente percebidos. Quando detectado na fase inicial há grandes chances de cura”, esclarece a médica do câncer de mama, explicando que este exame é solicitado pelos ginecologistas/mastologista geralmente a partir dos 40 anos idade como forma de rastreamento.

Para ela, levar uma vida ativa e saudável é a melhor forma de evitar o câncer e outras doenças. “Praticar atividade física, ter uma alimentação saudável e buscar a sua espiritualidade, ou seja, cuidar do seu bem estar. Fazer o bem sem olhar a quem, perdoar e viver sem tanto estresse”, aconselha a ginecologista.

O câncer de mama será o tema abordado por uma equipe de profissionais de saúde do IPMT  junto aos seus usuários e servidores da instituições, no período de 25 a 27 de outubro, nas recepções  e no auditório da sede.

IPMT adere ao Outubro Rosa

Reforçar a importância dos exames de rotina e do diagnóstico precoce é o principal objetivo do Outubro Rosa, campanha internacional de combate ao câncer de mama. O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Teresina (IPMT) aderiu à causa e durante todo este mês, as beneficiárias terão isenção no fator moderador (coparticipação) na realização da ultrassonografia mamaria.

“Ao aderir à campanha queremos contribuir para que mais mulheres saibam como se prevenir e detectar a doença, pois o diagnóstico precoce é a melhor maneira de curar-se e não ter maiores problemas de saúde”,  destaca Lourdes Rufino, presidente do IPMT, lembrando às mulheres que os esses cuidados não se restrinjam apenas ao mês de outubro “que elas façam as suas consultas e exames periodicamente. A prevenção é essencial para ser saudável”.

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e corresponde a 25% dos novos casos de câncer a cada ano, mas se diagnosticado no começo, pode ter cura. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2016 mais de 57 mil brasileiras podem ser detectadas com a doença.

Atualmente, o IPMT Saúde possui cerca de 47 mil segurados, servidores municipais, ativos e inativos, e seus dependentes, que contam com  uma ampla rede de credenciados, sendo 79 ginecologistas/obstetras, 20 mastologistas e 12 oncologistas.